RESUMÃO: The 1975 pela primeira vez no Brasil

Após shows na América do Sul reagendados, muita espera e empolgação… A estreia do The 1975 nos palcos brasileiros, finalmente, aconteceu! A banda fez a primeira apresentação, no Brasil, sábado (25.03) no Lollapalooza em São Paulo. A segunda apresentação – o show solo do dia 27 – também ocorreu em SP, na Audio Club.

Parecia só uma apresentação despretensiosa, mas o pop dançante do The 1975 surpreendeu a todos na tarde deste sábado, 25, no Autódromo de Interlagos, no Palco Onix, no primeiro dia do festival Lollapalooza. O vocalista Matty Healy mostrou vigor físico e esbanjou uma voz de fazer inveja aos vocalistas mais conhecidos do festival. Com um repertório baseado nos dois álbuns de estúdio, ‘The 1975’ (2013) e ‘I Like It When You Sleep, for You Are So Beautiful Yet So Unaware of It’ (2016), o grupo de Manchester fez uma das melhores performances do Lollapalooza até aqui.

Fonte: Estadão

O The 1975 também foi uma das atrações do Lolla BR mais comentadas no Twitter!

No sábado, primeiro dia do Lollapalooza, o maior pico de conversas no Brasil sobre o festival foi às 18h29, ao término do show da banda The 1975. (…) E o terceiro pico do sábado foi registrado às 17h32, no fim do show da banda Cage the Elephant e com a ansiedade para a apresentação da banda The 1975.

Fonte: Visto Livre

Veja as fotos do Lollapalooza Brasil em nossa galeria.

A banda, que já havia ganhado o público brasileiro quando subiu ao palco do Lollapalooza no sábado (25), repetiu o feito na segunda-feira (27) quando começou seu show solo na Audio Club, em São Paulo, exatamente às 23 horas, ao som da música “The 1975”. Com 3 retângulos (o símbolo da banda) no topo do palco que mudavam de cor e “dançavam” com as músicas, um jogo de luzes impecável que ia desde o vermelho intenso, em alguns momentos, até o rosa, cor tema do último álbum de estúdio, I Like It When You Sleep, for You Are So Beautiful yet So Unaware of It, não tinha como o caldo entornar. E claro, tudo isso em conjunto com o carisma de Matty Healy que conversou com o público e destacou, “enfim chegamos no Brasil”, em referência ao cancelamento de um show agendado para setembro do ano passado. A apresentação foi eletrizante do começo ao fim, composta por músicas mais agitadas e dançantes como a grande favorita da noite, “Sex”, que levou o público à loucura, até as mais lentas como “A Change of Heart”, que ganhou o comentário de Healy, “essa é uma música romântica” que em seguida pegou uma bandeira do Brasil e deixou o público ainda mais vidrado em sua performance. O show também foi mais intimista do que as últimas apresentações dos ingleses pelo mundo, “Faz muito tempo que não fazemos shows assim, é muito bom porque conseguimos ver o rosto de todos vocês”, confessou Matty. Além da banda cantar seus maiores sucessos como “Love Me”, “Somebody Else”, “Chocolate” e “Girls”, o setlist foi um pouco diferente da apresentação realizada no Lollapalooza Brasil, com a adição de músicas como “Robbers” e “Fallingforyou”, muito bem recebidas pelo público que em nenhum momento deixou a desejar, cantando todas as faixas. O momento especial da noite veio no meio do show, quando o vocalista pediu para que, apenas por essa música, ninguém usasse o celular, e garantiu “A memória dos próximos 3 minutos vai ser melhor que o vídeo no seu celular”, e assim seguiu com a faixa “Me” em conjunto com o palco iluminado em perfeita sincronia de vermelho e azul. O fim da noite chegou com a dançante “The Sound”, que fez a Audio Club pular. Com um show de 1 hora e meia, a apresentação termina do jeito que começou, 3 retângulos no palco, dessa vez apagados, mas com sorrisos acesos e visíveis no rosto dos fãs, graças ao The 1975 que não deixou a desejar.

Fonte: Omelete

Veja as fotos do show solo em nossa galeria.






Nenhum comentário

ouça no spotify
facedøwn